Arquivo da tag: sesc santos

Maracatu Quiloa realiza mostra cultural; confira a programação

Por Prefeitura de Santos

Cultura popular brasileira com raízes africanas, o maracatu será celebrado na Mostra de Arte do 14º Cortejo Quiloa. A programação, que busca oferecer mais espaço para a reflexão e perguntas sobre essa manifestação cultural originária de Pernambuco, teve abertura nesta quarta-feira (13). A mostra tem apoio da Prefeitura e do Sesc Santos. O encerramento, que terá o já tradicional Cortejo do Quiloa, está marcado para domingo (17), às 15h, na Praça Mauá, no Centro Histórico. O dia ainda conta com os sets dos DJs Nanne Bonny e Lufer, além da participação do grupo percussivo Afro Calunga.

O Quiloa Maracatu é o primeiro grupo de maracatu da Baixada Santista, fundado em 5 de outubro de 2003. Fomenta as artes por meio de pesquisas, estudos, intercâmbios e produção cultural. Produz desde 2006 a Mostra de Arte e Cortejo Quiloa, além de atividades formativas como oficinas de dança, música, culinária, adereços, artes plásticas e mostras culturais. Abrange crianças, jovens e 3ª idade. O Quiloa tem fortes ligações com a Nação do Maracatu Encanto do Pina e com a Nação do Maracatu Porto Rico, ambas de Pernambuco, e é o primeiro maracatu de fora do estado pernambucano a participar dos carnavais de Recife e Olinda.

Sexta-feira (15/fev)
> 9h – Polo Escola – Quiloa Maracatu;
> 18h – Polo Quiloa Porto (Av. Mario Covas, 2414, Estuário) – DJ Nanne Bonny, Dani Castor, Monica Santos e Batuque da Goiabeira;

Sábado (16/fev)
> 10h – Polo Vila Sapo (R. República do Equador, 148, Ponta da Praia) – Quiloa Maractu Mirim
> 14h – Sesc Santos (R. Cons. Ribas, 136, Aparecida) Baque Coletivo com participação de Deivison Santana e Aurélio Prates
> 18h – Polo Quiloa Porto – DJ Gleds e Esquerdantina

Domingo (17/fev)
> 16h – Praça Mauá – Programação com DJ Nanne Bonny; Que Bloco é esse?; 14º Cortejo Quiloa; Grupo Percussivo Afro Calunga; DJ Lufer; e Firma o Ponto.

 

Amanda Gasparetto ministra oficina musical para crianças em Santos

Por Sesc Santos

Será que as coisas fazem música? Essa é a questão que norteia a oficina gratuita ‘A Música das Coisas’, com Amanda Gasparetto. O evento será realizado neste sábado e domingo (9 e 10/fev), das 15h às 16h30, no SESC Santos (R. Cons. Ribas, 136/Aparecida). Não há inscrições prévias.

Nessa oficina para crianças de 7 a 12 anos, serão propostas atividades lúdicas e educativas para estimular a percepção e o fazer musical coletivo, utilizando objetos sonoros do cotidiano, como chaves, colheres, papeis, folhas secas, garrafas e copos.

Amanda Gasparetto é sonoplasta formada pela SP Escola de Teatro e graduanda em Licenciatura em Música. Educadora e compositora, tem seu projeto solo homônimo no qual canta e toca guitarra. Desde 2014 ministra aulas e oficinas musicais em Santos, principalmente para o público infantil.

Atualmente é também produtora local do Sonora – Festival Internacional de Compositoras e desenvolve o projeto Musicalização Inclusiva em parceria com o Espaço Era.

 

André Abujamra levará as águas de ‘Omindá’ para o Sesc Santos

Sesc Santos

A ousadia sempre fez parte dos mais de quarenta anos de carreira de André Abujamra. ‘Omindá – A União das Almas do Mundo Pelas Águas’ lançado em março de 2018 – não foge a isso. Em tempos tecnológicos onde as fronteiras se tornam inexistentes, mas as barreiras mentais ainda nos impedem de viver em união, André Abujamra busca inspiração nas águas – que também não conhecem fronteiras.

Em 16/fev, às 20h, com ingressos de R$ 7,50 a R$ 25, ‘Omindá’ chega, em versão reduzida, mas não menos impactante, ao Sesc Santos (R. Cons. Ribas, 136/Santos). André (guitarra, percussão e voz) será acompanhado por Mano Bap (baixo), Maurício Badé e Ari Colares (percussão) e Eron Guarnieri (piano). Assim como na estreia da turnê, o show traz imagens captadas durante as viagens de Abujamra pelo mundo – o documentário produzido nas gravações das faixas que compõem sua trilha, em coautoria com os músicos com quem trabalhou em sua viagem, estreou na 42ª Mostra de Cinema Internacional de SP.

O repertório do show traz as 15 faixas do disco, como a que dá nome ao disco, “Omindá”, e outras como “O Mar”, “Real Grandeza”, “Barulhinho” e “Povo Bonito” – compostas por André – além de parcerias dele com Xis, Theo Werneck e Oki Dub (“Leviatan”) e Mauricio Pereira, Mintcho Garramone, Anelis Assumpção e Martim Buscaglia (“Xangô”), e outras.

O trabalho pode ser encontrado em CD, vinil e nas plataformas digitais e reúne artistas convidados de diversos lugares do globo, dos Estados Unidos ao Japão, passando por Rússia, Índia, Bulgária, Jordânia, entre muitos outros, que acrescentam à música de André sons de seus próprios territórios. Resultado de 11 anos de trabalho e de muitas viagens, o álbum foi lançado em 22/mar (Dia Mundial da Água), seguido pelos shows com artistas, como o percussionista Marcos Suzano e a Trupe Chá de Boldo.

Além dos artistas internacionais, como a The City of Praga Philharmonic Orchestra (República Checa), o tradicional coro The Mystery of the Bulgarian Voices (Bulgária), Zaza Fournier (França), Ballaké Sissoko (Mali), Maria de Medeiros (Portugal), Sasha Vista (Rússia), Oki Kano (Japão), Perota Chingó – Julia Ortiz e Dolores Aguirre (Argentina), Rishab Prasanna e Sharat Srivastava (India), participam do disco artistas brasileiros como o percussionista Marcos Suzano, o violeiro Ricardo Vignini, a Trupe Chá de Boldo, o companheiro de André n’Os Mulheres Negras, Maurício Pereira, Ritchie, Paulinho Moska, entre muitos outros.

Lavando a alma

‘Omindá’ em Yoruba é a junção das palavras Omin (água) e Da (alma). O significado reflete o objetivo do projeto: ser uma grande celebração da diversidade e da comunhão pela arte. O encontro artístico de André Abujamra com estes artistas de várias partes do mundo, convivendo com culturas, tradições, musicalidades e traçando conexões com o Brasil e o exterior como parte fundamental da trajetória do artista. Que a arte sirva de elo e laço para construção deste encontro de almas. Seguindo sempre uma linguagem original e ousada, Abujamra seguirá pelo mesmo caminho inovador de seus trabalhos anteriores (Infinito de Pé, Retransformafrikando, Mafaro e Homem Bruxa), onde mistura cinema, música, teatro e tecnologia.

 

Rio Santos Bossa Fest começa nesta terça; confira a programação completa

Por Prefeitura de Santos

Ritmo nascido no Rio de Janeiro, a bossa nova tem mais um intercâmbio com Santos desta terça-feira (22) a domingo (27), em mais uma edição do Rio Santos Bossa Fest 2019. Pelo sexto ano seguido, o evento é realizado durante a semana de comemoração do Dia Nacional e Municipal da Bossa Nova, celebrado neste sábado (25), e traz diversas atrações, todas gratuitas, para diversos espaços da Cidade.

Com o objetivo de levar arte ao público, o Rio Santos Bossa Fest celebra o estilo musical que é um dos principais alicerces da música popular brasileira. A programação cultural vai além dos shows e também oferece exibições de filmes e exposições fotográficas. Confira a programação:

> 22/jan | 17h | Pinacoteca Benedicto Calixto (Av. Bartolomeu de Gusmão, 15) | Filme ‘Casa da Bossa – Homenagem a Tom Jobim’;
> 22/jan | 19h30 | Pinacoteca Benedicto Calixto | Show do Nós ‘Desatando Histórias’;
> 23/jan | 17h | Pinacoteca Benedicto Calixto | Filme ‘Mário Adnet ao Vivo – Jobim Jazz’;
> 23/jan | 19h30 | Pinacoteca Benedicto Calixto | Show do By Night Trio;
> 24/jan | 21h | SESC Santos (R. Cons. Ribas, 136) | Show de Júlia Ferreira & Banda;
> 25/jan | 12h e 18h | Espaço Arte Café (R. XV de Novembro, 51) | Roda de Bossa
> 25/jan | 21h | Teatro Coliseu (R. Amador Bueno, 237) | Show de Zé Luiz Mazziotti & Bruno Conde
> 26/jan | 18h | Shopping Parque Balneário (Av. Ana Costa, 549) | Show do Conjunto de Violões do Projeto Esculpir;
> 26/jan | 18h30 | Shopping Parque Balneário | Show do projeto Música Transformando Vidas;
> 26/jan | 19h | Shopping Parque Balneário | Show de Bruno De La Rosa;
> 27/jan | 16h30 | Pinacoteca Benedicto Calixto | Show do Grupo Vocal SP 101;
> 27/jan | 17h | Pinacoteca Benedicto Calixto | Show de Sebastian Rot;
> 27/jan | 18h | Pinacoteca Benedicto Calixto | Show de Fábio Salgado & Lisete Capeletto;
> 27/jan | 19h | Pinacoteca Benedicto Calixto | Show de Som de Lis.

 

‘Imersão Trane’ é apresentado gratuitamente no dia 30

Por Marcia Abbud

No ano em que se comemoram os 50 anos de falecimento do compositor de Jazz John Coltrane, e os 60 anos do lançamento de seu primeiro disco de carreira, será apresentado ‘Imersão Trane’, um mergulho musical em bases históricas e didáticas no oceano da produção musical desse mestre que buscava um sentido de busca, aperfeiçoamento e experimentação.

A partir de parcerias musicais ao longo do tempo, o músico Alexandre Faccas encontra hoje oportunidade de reunir músicos com o mesmo sentido nesse desafio de mergulhar em certas composições ‘coltreneanas’, e trazer ao público essa experiência de livre manifestação sobre temas que apontem a trajetória de John Coltrane.

Para isso foi formado um trio de bateria, piano/teclado e baixo com os músicos André William e Fabio Ferreira aliado a três músicos especialistas em sopros, Maurício Fernandes, Rodrigo Vilela e Alberto Massaglia, igualmente inseridos no universo da obra. O show gratuito será no próximo dia 30, às 21h, no Sesc Santos (R. Conselheiro Ribas, 136).

Cenário da dança santista é tema de livro lançado pela Cia Aplauso

Por Sesc Santos

O SESC Santos (R. Cons. Ribas, 136), neste domingo (19/nov), às 17 horas, recebe mais uma ação artística multidisciplinar. A Aplauso Cia de Dança convida a todos para participarem do lançamento de seu primeiro livro que aborda a história da dança contemporânea da cidade nas décadas de 80 e 90, e nos dias de hoje. Da Imaginário Coletivo, “Santos de frente pro mundo” é uma coreografia criada para explorar as múltiplas facetas da cidade, e também os diferentes corpos que integram o elenco e sua formação como bailarinos/intérpretes.

Luciana Raccini sempre teve a intenção de tornar pública a história da dança de Santos. Em seus anos de atuação como educadora de dança, coreógrafa, diretora, produtora e intérprete, ela manteve um registro histórico desse percurso, e principalmente, contar a história das relações afetivas que a dança criou na vida de quem a construiu.

Para realizar este grande projeto, Raccini contou com o apoio de todo o corpo de intérpretes da companhia e dentre eles, Barbara Muglia Rodrigues teve papel fundamental na realização deste projeto. Rodrigues tem o tino de educadora semelhante ao de Luciana, e isso fez com que a diretora solicitasse o olhar da intérprete na criação de uma obra poético-imagética através do olhar dos fotógrafos Lairton Carvalho e Nana Loureiro, que acompanharam o processo de criação da coreografia “Santos de Frente pro Mundo”, desde seu embrião.

 

Filme sobre cantora Elis Regina será exibido em Santos

Por Ivan de Stefano
 .
Nesta sexta-feira (10/11), o Instituto Querô e o Sesc Santos realizam mais um Encontro Cinematográfico, trazendo personalidades do audiovisual para a região. Desta vez, o filme exibido será o “Elis”, uma tarde para recordarmos uma das maiores intérpretes da música brasileira, Elis Regina. Após a exibição, tem bate-papo com o produtor executivo do filme, Fábio Zavala. O encontro acontece das 15h às 19h, com entrada é gratuita. O encontro acontece no Auditório do Sesc Santos (Rua Conselheiro Ribas, 136 – Bairro Aparecida)
 .
Com direção de Hugo Prata, o filme foi exibido e premiado no Festival de Gramado, sendo vencedor dos prêmios de Melhor Atriz (Andreia Horta), Melhor Montagem e Melhor Filme (Júri Popular). Foi exibido e premiado também na Associação Paulista de Críticos de Arte, ganhando o prêmio Troféu APCA de melhor atriz (Andreia Horta).
.
Fábio Zavala atuou como produtor executivo na Academia de Filmes, na Delicatessen Filmes e na Zulu Filmes. Atualmente, é sócio-produtor na Bravura Cinematográfica, atuando em diversas áreas, como: criação, execução, organização, planejamento estratégico, business plan, visão jurídica-econômica, licenciamentos, leis de incentivo e fundos, orçamentos, coordenação, controller, produção e execução de projetos para cinema, TV, brand entertainment, projetos culturais e multiplataforma. Além do filme Elis, já trabalhou em outros filmes que contam histórias de músicos brasileiros, como “Titãs – A Vida Até Parece uma Festa” e Marginal Alado, filme ainda em produção, que conta a história do cantor Chorão (Charlie Brown Jr).
 .
Sinopse
.
Cantora desde a infância, Elis Regina Carvalho Costa (Andreia Horta) entra na vida adulta deixando o Rio Grande do Sul para espalhar seu talento pelo Brasil a partir do Rio de Janeiro. Em rápida ascensão, ela logo conquista uma legião de fãs, entre eles o famoso compositor e produtor Ronaldo Bôscoli (Gustavo Machado), com quem acaba se casando. Estrela de TV, polêmica, intensa e briguenta, a “Pimentinha” não tarda a ser reconhecida como a maior voz do Brasil, em carreira marcada por altos e baixos.