Arquivo da tag: Val Maltas

Fixxa representa Baixada Santista em festival de grafite na Espanha

A grafiteira Aline Benedito, a Fixxa, foi a selecionada para representar São Vicente e Região no Beantatuz – Festival Internacional de Arte Urbana, na Espanha. O concurso realizado pela Secretaria de Cultura de São Vicente conta com apoio da Unibr e aconteceu entre os dias 9 e 11 de maio, nos muros do campus universitário. As obras grafitadas pelas pré-selecionadas tiveram como tema solicitado pela organização do festival, o “Teatro de Bonecos”.

Aline Benedito, a Fixxa, é arte-educadora, artista urbana e produtora multimídia, fazendo parte do coletivo Frente Nacional Mulher no Hip Hop, integrante da Organização Grafite Santos e representante do segmento no Conselho de Cultura de Santos. Já ministrou oficinas e atuou em espaços no Senac, Sesc, Creas, Escola Total, centros de juventude e nas Oficinas Culturais de São Vicente.

A arte vencedora será reproduzida na parte externa de Topic (Centro Internacional del Títere de Tolosa) e em um mural na Espanha. A Unibr patrocinará a viagem. Já a organização do festival na Espanha oferecerá material e recursos necessários para grafitar, além de alojamento e alimentação no espaço criativo da Box.A Arte Elkarte/Asociación de Artistas.

Votação

Ao todo, o júri internacional que selecionou Fixxa foi formado por 20 participantes da GKO Gallery e de Topic, entidades coordenadas por Garikoitz Cuitlahuac Murua Fierro e Idoya Otegui Martinez. A descrição da votação segue: 1º lugar – 8 votos – Aline Benedito, a Fixxa; 2º lugar – 4 votos – Adriana de Albuquerque, a Drill Drix; 2º lugar – 4 votos – Olívia Lacerda de Barros, a Forca; 2º lugar – 4 votos – Valdilene Maltas, a Val.

*Lincoln Spada

 

Quatro grafiteiras concorrem à vaga em SV rumo ao festival espanhol Beantatuz

Quatro mulheres da Baixada Santista foram pré-selecionadas para concorrer a uma vaga no Festival Internacional de Arte Urbana – Beantatuz (Espanha). O concurso realizado pela Secretaria de Cultura de São Vicente conta com apoio da Unibr e terá sua etapa eliminatória entre os dias 27 e 29, nos muros do campus universitário. As obras a serem grafitadas pelas pré-selecionadas terão como tema solicitado pela organização do Festival na Espanha, o “Teatro de Bonecos”. A arte vencedora será reproduzida na parte externa de TOPIC (Centro Internacional del Títere de Tolosa) e em um mural na rua da cidade de Tolosa, Espanha.

A Secretaria da Cultura fará os registros fotográficos das etapas da produção e enviará para os organizadores do Beantatuz na Espanha, que farão a escolha final e o convite oficial à grafiteira no dia 4 de maio. A Unibr patrocinará a viagem e o material para a eliminatória, que ocorrerá na própria universidade. A organização do festival na Espanha oferecerá material e recursos necessários para grafitar, além de alojamento e alimentação no espaço criativo da Box.A Arte Elkarte/Asociación de Artistas.

INSCRITAS

Aline Benedito, a Fixxa, é arte-educadora, artista urbana e produtora multimídia, fazendo parte do coletivo Frente Nacional Mulher no Hip Hop, integrante da Organização Grafite Santos e representante do segmento no Conselho de Cultura de Santos. Já ministrou oficinas e atuou em espaços no Senac, Sesc, Creas, Escola Total, centros de juventude e nas Oficinas Culturais de São Vicente.

Já Adriana de Albuquerque, a Drill Drix, atua há anos na área de grafite em Itanhaém e região. Por sua vez, Olívia Lacerda de Barros, a Forca, tem bacharelado e licenciatura em Artes Visuais, já tendo trabalhado como fotógrafa e arte-educadora, realizando festas de artes visuais em Santos, São Paulo, editando revistas alternativas e participando de várias exposições no Estado.

E Valdilene Maltas, a Val, é designer de interiores e tem formação em artes visuais e plásticas, participando de mostras de grafite em Santos e São Vicente, como em todas as edições do projeto municipal Vias Vivas. Além das selecionadas, outros artistas produzirão murais sem concorrer ao prêmio. São eles Cid Maia, artista plástico e coordenador pedagógico da SEDUC de São Vicente, que também representará a cidade na Espanha, Carlos Silva, o Catts, professor de arte urbana da SECULT e os alunos da turma avançada de Arte Urbana da SECULT, João Victor Taurinho, Jonathan Soares e Denílson.

*Lincoln Spada

Linha Amarela de São Vicente ganha novas cores com Vias Vivas

O grafite dominará mais um ponto público em São Vicente: o entorno da academia ao ar livre da Avenida Martins Fontes, no Catiapoã, em projeto da CODESAVI com apoio da Secretaria da Cultura de São Vicente. Nesta quarta-feira (dia 11), os artistas Aline Benedito (Fixxa), Carlos Silva (Catts), Vlaidner de Lima (Colante), Val Maltas e Clayton Sousa produziram vários murais.

No próximo sábado, eles darão sequência à intervenção com a participação de Amarelo Leite. A ação realizada na via da Linha Amarela, bem na esquina da Rua XV de Novembro, tem início previsto para às 8h30 e deve encerrar por volta das 15 horas. Clique na galeria abaixo.

Vias Vivas

Iniciado em setembro de 2014, o Vias Vivas valoriza os artistas de São Vicente e região, além das demais artes relacionadas à cultura Hip Hop, e vem transformando os espaços públicos do município.

*Prefeitura de São Vicente

 

Lixo vira arte em exposição gratuita de São Vicente

Uma dúzia de móveis descartados irregularmente se tornam em obras-primas pelas mãos dos grafiteiros de São Vicente e Região. O resultado poderá ser conferido na exposição gratuita Vias Vivas – Lixo que Vira Arte, que ocorrerá de quarta-feira a domingo (dias 21 a 25) na Praça Tom Jobim, ao lado da arena da Praia do Gonzaguinha. O evento pertence a Secretaria da Cultura da Cidade.

Foto - Móveis Grafitados (2)Nesta iniciativa, móveis recolhidos nas ruas do município pela Codesavi foram reformados pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento e Mobilidade Urbana e repassados aos artistas. Estes coloriram as peças em janeiro. O projeto servirá para promover a adesão das pessoas ao serviço de Cata-Treco, desenvolvido pela Codesavi (3464-7258). Após a exposição, as obras serão reutilizadas por serem doadas a creches municipais e repartições públicas.

A mostra contará com as artes dos grafiteiros: Aline Benedito (Fixxa), Carlos Silva (Catts), Dionísio Guimarães, Fabião Nunes, Guilherme Leite, Léo Martins, Milton Santana, Pat Campos, Ramello Graffs, Val Maltas, Vinil Colante e Wilis Cavalcante.

*Prefeitura de São Vicente

GRAFITEIROS PREPARAM EXPOSIÇÃO DE MÓVEIS CUSTOMIZADOS APÓS DESCARTE EM SÃO VICENTE

Treze grafiteiros da Baixada Santista se reúnem novamente entre dezembro e janeiro para a realização do projeto Vias Vivas – Lixo que Vira Arte, da Secretaria da Cultura de São Vicente. Eles já estão desde dezembro para organizar uma exposição de 12 móveis revitalizados após serem descartados irregularmente pelas ruas da Cidade. A mostra gratuita ocorrerá entre 21 e 25 de janeiro na Praça Tom Jobim, próximo à arena onde será realizada a Encenação da Fundação da Vila de São Vicente 2015.

As obras restauradas e customizadas têm o objetivo de “valorizar a arte urbana do grafite promovendo e divulgando todas as suas possibilidades transformadoras”, descreve o secretário Amauri Alves, como também “promover a conscientização ambiental nos moradores de São Vicente, especialmente em relação ao descarte inadequado de resíduos sólidos e suas consequências”. Assim, promover a adesão das pessoas ao serviço da Coleta Seletiva desenvolvida pela Codesavi (3464-7158).

Nesta iniciativa, móveis recolhidos pela Codesavi foram reformados pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento e Mobilidade Urbana e repassados aos artistas. Estes irão colorir as peças nesta primeira quinzena de janeiro. Após a exposição, as obras serão reutilizadas por serem doadas a creches municipais e repartições públicas.

A mostra contará com as artes dos grafiteiros: Aline Benedito (Fixxa), Carlos Silva (Catts), Dionísio Guimarães, Fabião Nunes, Guilherme Leite, Kika Graffitti, Léo Martins, Milton Santana, Pat Campos, Ramello Graffs, Ricardo Arruda (Rico), Val Maltas e Vinil Colante.

Projeto Vias Vivas

20150109_113815 O projeto Vias Vivas teve início no dia 14 de setembro, quando em 10 horas ininterruptas, cerca de 80 grafiteiros do estado de São Paulo fizeram uma maratona de criar um corredor cultural ao colorir os postes nos bairros Catiapoã e Centro de São Vicente. Todas as artes visuais foram embaladas por shows de DJs, músicos, grupos de dança de rua e poetas urbanos.

*Prefeitura de São Vicente